E se as fontes de filmes fossem ruins?

E se as fontes de filmes fossem ruins?

Você pode até ter a impressão de que a tipografia escolhida para representar uma marca, produto ou mesmo um texto não tem muita importância. Mas certamente, depois de assistir a este vídeo do Jest, vai mudar de ideia.

O curta mostra como seriam os filmes se a escolha da fonte para o título da obra fosse ruim. Entre os longa-metragem escolhidos para ilustrar o projeto, estão clássicos como: “Star Wars”, “Inception”,“Drive”, “The Dark Knight Rises” e “007″, entre outros.

O conteúdo de um texto ou a própria marca ou produto são importantes, especialmente quando a linguagem é estimulante. No entanto, há algo mais que nos chama a atenção e cativa o nosso interesse: o estilo da fonte, sua textura e sua aparência no layout como um todo.

A tipografia pode ainda dar mais ênfase a um artigo, filme ou “brand”, pode reforçar o peso emocional e estético ou até a exclusividade do que se está propondo ou apresentando.

Então, vale a pena fazer uma análise do que suas fontes preferidas transmitem, antes de sair usando-as por aí.